top of page

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O USO DA CHUPETA!

O uso de chupeta de forma excessiva e por tempo muito prolongado pode ocasionar diversos danos a saúde da criança: problemas na fala, de deglutição, infecções no ouvido, etc. Por isso, não é aconselhado o seu uso. Mas, nós da Equipe Salute, acreditamos que nosso papel é auxiliar a maternidade real. E muitas famílias optam por usar a chupeta pois ela auxilia a acalmar os bebês.


NÓS NÃO ESTAMOS AQUI PARA TE JULGAR E SIM PARA APOIAR!

Então, quando o bebê é muito choroso, agitado, quando são múltiplos (gêmeos) e a chupeta ajudar a tranquilizar os bebês, tudo bem usar o bico, chupeta ou pipo! Porém, para não transformar um possível aliado em vilão é importante observar estas dicas de uso.

1- Não oferecer a chupeta antes de um mês de vida pelo risco de desmame do leite materno

2- Quando optar pelo seu uso, não disponibilizar o tempo todo.

3- Tentar outras medidas primeiramente para acalmar o bebê e oferecer apenas em momentos de sono, dor ou irritabilidade, para proporcionar consolo e conforto, sendo removida tão logo esses momentos se resolvam.

4- Retirar a chupeta quando estiver dormindo se não apresentar resistência.

5- Suspender o uso da chupeta antes dos dois anos para evitar danos na saúde bucal.


O QUE MAIS É IMPORTANTE FAZER:

• Ferver diariamente as chupetas. • Tenha mais de uma em uso • Usar apenas quando necessário (nunca deixar o bebê o dia inteiro com a chupeta) • Examiná-la com frequência para ver se não está estragada • Substituí-la quando estiver danificada

O QUE NÃO FAZER JAMAIS:

• “Limpar” a chupeta colocando na boca de adultos (a boca dos seres humanos tem muitos germes que podem contaminar o seu bebê) • Recolocar na boca do bebê depois de cair no chão • Usar cordões e prendedores (podem levar ao sufocamento do bebê) • Colocar produtos na chupeta com intuito de alterar o gosto para deixar de usar • Danificar a chupeta com intuito de não ficar atrativa para deixar de usar


REMOÇÃO DA CHUPETA

Evitar a remoção de forma brusca. Você pode ir diminuindo o número de horas de uso da chupeta a cada dia. Na hora de dormir, depois que o bebê pegar no sono, tentar retirar a chupeta para que não passe a noite toda com ela na boca. Aos poucos, e com carinho, a criança vai diminuindo a sua dependência do biquinho!

A Sociedade Brasileira de Pediatria deixa a critério dos profissionais em relatar para os pais os prós e os contra do uso da chupeta para que em coletivo decidam o uso ou não.


Grande Abraço, Dr. Marcelo Saldanha Pediatra



Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page