top of page

Quando o assunto é cordão umbilical muitas dúvidas aparecem

Afinal, o corte do cordão deve ser feito na hora ou após ele parar de pulsar?

Antigamente era comum cortar o cordão logo que o bebê nascia, pois acreditava-se que isso ajudava a diminuir as chances de hemorragia na mãe. No entanto, não há comprovação científica disso.

Com o passar do tempo, outras pesquisas foram realizadas e passaram a indicar que esperar para cortar o cordão faz com que o bebê consiga receber até 25% do sangue que está na placenta.

Dessa forma, há uma diminuição das chances de hemorragia cerebral, podendo provocar, em longo prazo, uma melhora do desenvolvimento neurológico e dos níveis de ferro.

No útero, o sangue do bebê é oxigenado pela placenta. No nascimento, ocorre uma mudança no sistema circulatório da criança para que comece a receber oxigênio pelos pulmões.

A garantia de que essa transformação aconteceu, e o bebê está preparado para respirar fora do útero, é quando a artéria do cordão para de pulsar.

Então, esperar o cordão parar de pulsar para após cortá-lo pode ser a melhor opção. Além disso, há aumento de evidências de que a espera do corte gera benefícios à saúde.

Esperar de 30 a 60 segundos para fazer o corte pode aumentar a quantidade de ferro no organismo. Fator importante para redução de anemia.

Nos conta como foi a sua experiência e marque aqui as futuras mamães que vão gostar de saber disso


Posts Relacionados

Ver tudo

Commentaires


bottom of page